Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Investimento e acordos comerciais
Ontem à(s) 3:50 pm por Felipe

» A carta de Gimli para Barduk!!
Qui Nov 08, 2018 5:05 pm por Felipe

» O Brasão de Boven!!
Qua Nov 07, 2018 9:54 pm por Felipe

» Armadura do Lobo!! (Gondegal)
Qua Nov 07, 2018 9:43 pm por Felipe

» Os "Javaleiros" de Gauntlgryn!!
Qua Nov 07, 2018 9:21 pm por Felipe

» Brasão de Gauntlgryn!!
Qua Nov 07, 2018 9:04 pm por Felipe

» cadeia-de-Comando - Dragões Púrpura e Magos de Guerra!!
Qua Nov 07, 2018 7:30 pm por Felipe

» O que se sabe sobre Gondegal!!
Qua Nov 07, 2018 1:55 pm por Felipe

» Waterdeep - Oficial!!
Seg Nov 05, 2018 8:13 pm por Felipe

Novembro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  

Calendário Calendário

Os membros mais marcados


O batismo de um Herói!!

Ir em baixo

O batismo de um Herói!!

Mensagem por Felipe em Sex Out 26, 2018 12:17 pm

O dia é 30 de Flamerule (Julho, no nosso calendário), época do ano onde a maior parte das consagrações aos deuses acontecem, a véspera do Solstício de Verão, quando o sol está em seu auge no pináculo.

Ou como dizem os Sentinelas, quando o "Olho" está mais aberto sobre o mundo.
É neste clima de preparativos onde tudo parece estar voltado para as festividades que os "Sentinelas" estão no auge de seu trabalho, pois todos estão distraídos demais para prever qualquer ameaça.

Ali, Aziel foi levado por Millyan e outros templários às profundezas do Salão dos Legisladores, em Waterdeep. Um enorme cômodo repleto de livros, estandartes e tapeçarias, mas também onde havia um enorme círculo de runas preparado para magias únicas e extremamente poderosas.

Ali, depois de algumas preces ritualísticas, e Aziel ter, depois de anos, participado de uma "missa" de sua própria fé, e renovar seus votos junto ao Vigilante, foi que palavras inesperadas foram invocadas. 
E no centro daquele círculo que passou a concentrar um enorme poder divino, que um poderoso portal foi aberto.
E por ele, humanos de váras raças e etnias atravessaram, de poderosos bárbaros até cavaleiros de ordens templárias. E que apesar de tão diferentes, todos tinham algo em comum: TODOS compartilhavam da mesma centelha divina que aziel carregava em sua alma.
Eram TODOS eles Scions, DESCENDENTES de Andúrias, batizado nas terras de Cerillia de "Pai dos Povos Livres".

Um dos templários se adianta, parando de frente para Aziel. E ao remover o elmo, mostra-se um homem calejado por batalhas, mas cujo olhar sustentava um brilho celestial único. Algo que seria capaz de fazer o mais valente dos Tiranos desviar o olhar, incapaz de fitá-lo.

Foi ele o primeiro a falar:
"São tempos estranhos onde as Linhagens aparecem em mundos tão distintos. Mas tendo uma só origem. Deismaar, onde Todos morremos, e onde Tudo começou."

De dentro do portal, podiam-se ouvir o som de uma ferrenha luta. O som do clangor de armas invade o salão, causando medo em muitos, pensando traatar-se de uma armadilha. 
Mas não nos Scions, que permanecem firmes. Até mesmo quando o rugido de vários dragões foi ouvido, podiam sentir o peso da batalha que ali acontecia. Cada pelo do corpo arrepiava.

O bárbaro se adiantou, segurando o largo machado numa mão, mesmo que seu tamanho indicasse ter sido feito para ambas. E falou num tom mais duro:
"Mesmo assim há aqueles que fugiram de sua responsabilidade, e levaram consigo o poder da Chama para longe de suas origens. Covardes que fugiram da luta. Mas não se julga o filho pelos pecados do Pai."

Um terceiro, em vestes marrons, uma túnica sacerdotal limpa e natural, um Druida, diz:
"Mas há também aqueles que não fugiram à morte, mas perseguiram seus inimigos além dos Planos, impedindo que se espalhem. mesmo sabendo do risco, os deuses de seu mundo o amaldiçoaram com a infertilidade, forçando-o a um ritual negro e extremamente profano. E foi assim que Lohan Silvereyes veio ao mundo."

O templário continua:
"O pai ainda vive, escondido nas fronteiras deste mundo sem poder se aproximar. Admirando sua criação e toda a destruição por ele causada. Ma da mesma forma que Lohan nasceu de uma profanação, você, Aziel Lightbringer, nasceu da pureza do amor entre um paladino e uma nativa. A você foi dado o direito de EXISTIR em Toril, com a bênção de seus deuses."

O bárbaro, de seu jeito duro, aponta o machado com uma mão, sua força era tremenda, os músculos dilatados, e fala de maneira dura:
"Mas seu direito é a sua LUTA... a NOSSA luta. Não podemos estar aqui sem ofender os seus deuses, mas VOCÊ pode. Então deve levar a luta às portas do Awnsheghlien e acabar com tudo. Eliminar a ameaça profana que se espalha feito uma doença em Abeir´Toril. Tudo começou em Lohan Silvereyes. É NELE que a luta deve terminar."

O templário indica algo com o olhar, dizendo:
"É seu dever mais sagrado, como Scion de Andúrias, proteger este mundo deste mal, eliminando-o em todas as suas formas. O Awnsheghlien não pode existir se o filho não existir. Se... não, QUANDO você o eliminar, o Pai será lançado de volta a cerillia, onde o esperaremos e lhe daremos o devido fim. Você não está pronto para enfrentar um Awnsheghlien em plena forma. Não ainda. mas está mais do que preparado para eliminar a METADE de um. Onde tantos falharam, Aziel Lightbringer há de triunfar."

Das suas costas alguém o agarra pelos ombros, outro ergue seus pés, tirando sua velha e surrada armadura.
Alghém arranca sua túnica, atirando-a longe, outras mãos jogam um forte camisão de malha por sobre o corselete que vestia, e mais alguém posiciona um brilhante peitoral sobre a malha, seguido de outras tantas mãos, vestindo-o com braçadeiras, caneleiras e proteções afins de uma pesada armadura.

A última peça é o elmo, colocado por ninguém menos do que Millyan, olhando-o nos olhos.
Ela diz:
"Eu juro diante dos Mestres mantê-lo na linha e lutar ao seu lado em suas batalhas, até o último inimigo, ou até a última gota de sangue em meu corpo."

Mesmo quando ela colocou-lhe o elmo, parecia faltar algo ainda. Uma manopla para a mão direita.
E esta veio, trazida por Ruffos Drakke, numa almofada de veludo fermelha. era tão brilhante e imponente a peça quando se lembrava em seu sonho.

Desta vez foi o clérigo de Helm quem termina a fala:
"Nós, da ordem da Sagrada Manopla, o recebemos, Aziel Lightbringer, como um de nós, conrado irmão de armas. O punho da justiça onde os braços da lei não conseguem alcançar."

Os Scions todos falam a mesma palavra, ao se virar e voltar pelo portal. E quando esta palavra, o "nome" da armadura, é proferido, seu poder desperta, a poderosa magia protetora em cada placa, em cada inscrição, faz brilhar com um brilho mais do que imponente.



Seu nome: Fortiossum, a fusão das palavras "Bravura" e "Gloriosa" na língua dos celestiais

Quando o brilho mingua, o portal se fecha. e restavam ali apenas os membros da Ordem da Manopla, da qual jamais imaginou um dia ingressar, e muito menos ter em Millyan sua "madrinha".

Mas restava algo em toda aquela cerimônia.
Faltavam agora as SUAS palavras diante do último Scion, que parecia esperar por elas.

O Templário aguardava o seu juramento antes de voltar à própria luta, em Cerillia.
avatar
Felipe
Admin

Mensagens : 4249
Data de inscrição : 12/10/2015
Idade : 40
Localização : São José dos Campos - SP

http://ospilaresdodestino.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O batismo de um Herói!!

Mensagem por rodamorim em Seg Out 29, 2018 1:55 pm

Tomando um grande susto com tudo que acontecia ali, mas se concentrava em cada palavra daqueles que provavelmente lutavam a anos contra o mal que estava assolando e proliferando por nosso mundo.
Então ao sentir todas aquelas mãos retirando minha armadura, e colocando novas placas e ouvir seu nome "Fortiossum", e ver aquele brilho, sentia que agora era hora de honrar aquela centelha que me foi concebida no meu nascimento e agora uma centelha de proteção.
Olhando nos olhos do velho templário e a todos que ali estavam, principalmente no de minha Madrinha Millyan.
- Diante de todos aqui presentes e dos que tem sua própria luta em seus mundos, do Grande Vigilante e de Andurias, EU JURO:

* PROTEGER E VIGIAR O CRESCIMENTO DE TODO O MAL QUE POSSA A VIR A APARECER E CRESCER;
* LUTAR E AFUGENTAR O CRESCIMENTO DO AWNSHEGHLIEN;
* SEMPRE ESTAR ALERTA E;
* HONRAR A TODOS AQUI PRESENTES E PRINCIPALMENTE A ORDEM DA SAGRADA MANOPLA.

Enquanto falava olhava o grande templário, e ao terminar erguendo o braço direito da sagrada manopla.
avatar
rodamorim

Mensagens : 362
Data de inscrição : 16/06/2016

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O batismo de um Herói!!

Mensagem por Felipe em Seg Out 29, 2018 4:33 pm

Satisfeito, o templário saca sua espada, trazendo-a ao peito e dizendo, com um brilho nos olhos:
- Por ANDURIAS!!


Ele cruza o portal, que se fecha às costas, mergulhando o salão no silêncio.
Um "som" conhecido pelos Sentinelas como "Expectativa".

Segue em jogo!!
avatar
Felipe
Admin

Mensagens : 4249
Data de inscrição : 12/10/2015
Idade : 40
Localização : São José dos Campos - SP

http://ospilaresdodestino.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O batismo de um Herói!!

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum